COMPRAS EM RIO BRANCO E RIVERA – URUGUAI

a) Rio Branco
O melhor “supermercado” do Rio Grande do Sul está logo ali, ao lado de Jaguarão, no lado do Uruguai, mais precisamente na cidade de Rio Branco. A 385 km de Porto Alegre, Rio Branco é uma zona livre de impostos, bom pra quem quer comprar itens de qualidade, tais quais, queijos, bebidas, chocolates (Lindt, Toblerone, Cadbury), azeite de oliva (Gallo, Borges), acetos balsâmicos, perfumaria (Lancôme, Channel, Shiseido, Carolina Herrera, Dior, etc), gastando pouco, ou melhor, menos do que na capital. Indico, além das lojas óbvias, que todo mundo vai, como, Mário Duty Free e Neutral, onde se compra tudo o que relacionei acima, além de algum coisa de eletrônicos e coisas pra casa, uma loja chamada “Indian Emporium”, para comprar, dentre outras coisas, casacos de lá de diversos modelos e cores, baratésimos. Na primeira vez em que estive lá, comprei um cinza, 7/8, com cinto, com um corte bem legal e paguei o equivalente a R$145,00 (!!!). Isso não existe em Porto Alegre. Na última vez, comprei um preto, um pouco mais curto, com uma gola estupenda, por R$130,00. Também comprei cintos bem legais a R$7,50 e diversos acessórios (nesse dia em que fui, 1°/07/2012, tinha uma promoção, em que se comprava três acessórios, como luvas, gorros de lá, echarpes, colares, brincos, pulseiras e uns relógios bem fashions, e se pagava apenas R$29,00).
Para quem tem crianças, tanto na Neutral, como na Mário, encontram-se jogos, bonecos e lápis/canetas/outros, da marca CRAYOLA, que aqui em casa adoramos.
Outra coisa que vale à pena comprar: cobertores, mantas de lã e edredons.
A maioria das lojas aceita reais. Todas aceitam cartão de crédito, à exceção das pequenas.
Para almoçar, recomendo o restaurante BARRANCO. É um dos poucos que tem lá, mas é uma delícia e super em conta. Vale pedir o talharim de quatro queijos e a “hamburguesa” (um filezao de frango ou carne à milanesa). As porções são bem grandes. E de sobremesa, experimente uma deliciosa combinação de doce de leite, sorvete de creme e pêssego em caldas. Ou uma sobremesa, que dá para toda a família (para a minha, pelo menos, deu), um combinado de mousse, sorvete, pudim e algo mais, tudo de chocolate.
Sinceramente, não sei se vale à pena ir para Rio Branco só visando a economizar uns cobres, a não ser que você tenha a intenção de comprar muita bebida (para uma festa, por exemplo) ou muita perfumaria. Os eletrônicos não compensam. E tudo o que se gasta em gasolina, alimentação e pedágios (são 10 no total, cinco de ida e cinco na volta, em valores que variam de R$6,70 a R$8,40, sendo que um dele, não lembro qual, se paga só na ida), fazem com que a viagem não seja tão econômica assim. Mas vale muito pelo passeio. No mesmo caminho pode-se conhecer Rio Grande e Pelotas, que são cidades históricas, com bastante coisa ora conhecer. Em setembro, salvo engano, tem uma festa bem bacana em Pelotas, chamada FENADOCE. É uma boa opção conciliar a festa e as compras em Rio Branco.
No caminho, cuidar com os diversos animaizinhos que tentar atravessar a pista. Muitos deles acabam sendo atropelados no meio do caminho. São jabutis, patos, gambás e outros.
Ainda no caminho, o café da manhã pode ser na “Casa das Cucas”. Tem um café bem quentinho e um misto quente delicioso. Não sei dizer exatamente onde é, mas é na RS 116, tem uma placa bem grande e visível e fica há mais ou menos 1h de Porto Alegre. Ah! Aproveite para ir ao banheiro quando for na Neutral ou no restaurante que você for almoçar: caso contrário, não achará qualquer sanitário disponível, a não ser alguns poucos localizados em estacionamentos, pagos e não muito confiáveis…

b) Rivera

Rivera dista cerca de 490Km de Porto Alegre. Faz fronteira com Santana do Livramento. Acho bem parecida com Rio Branco. Alguns acham que as lojas têm mais qualidade que em Rio Branco, mas sinceramente, não vejo assim. Há mais opções de lojas de roupas, mas em relação às bebidas, perfumaria e comestíveis (chocolates, biscoitos, balas, azeites, etc), é tudo a mesma coisa. Aquilo que se acha na SIÑERIZ (maior duty free) de Rivera, se acha facilmente na NEUTRAL e na MÁRIO, em Rio Branco. Considerando-se a distância, vale menos à pena do que Rio Branco, para quem sai de Porto Alegre. Mas o passeio é bem bacana também. Sem falar que a gasolina é bem mais barata lá do que cá. Uma coisa que tem bastante em Rivera, e pouco em Rio Branco, são as lojas de camping, que vendem infláveis, barracas e material para acampamento bem em conta. Compramos uma máquina para encher infláveis (barcos, bóias, para crianças) que liga no isqueiro do carro. Bem útil. E foi bem barata também. Como faz muito tempo que não vou até Rivera (trabalhei em Santana do Livramento em um período de 2005/2006), não me recordo do nome de um excelente restaurante em que almoçamos, que servia uma parrillada sensacional. Tentarei me lembrar e depois posto aqui.

About these ads